Venezuelanos ocupam ruas de Boa Vista à noite com redes e barracas

De 15 mil a 30 mil refugiados venezuelanos vivem atualmente na capital de Roraima, Estado brasileiro que faz fronteira com a Venezuela

Muitos venezuelanos acreditavam que estavam trocando uma economia em colapso por uma terra de leite e mel logo ao lado. Mas muitos daqueles que fugiram do caos na Venezuela entrando no Brasil pela fronteira em Pacaraima, no Estado de Roraima, agora estão sobrevivendo nas ruas e dormindo em barracas, redes ou caixas de papelão.

R7

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: