Polícia investiga como homicídio caso de idosa encontrada morta em Alvorada

Vítima tinha lesão na cabeça e estava em uma cama dentro da residência onde morava com familiar

 A Polícia Civil está investigando como homicídio o caso de uma idosa de 72 anos encontrada morta na manhã desta terça-feira (8) por um neto dentro de casa no bairro Formosa, em Alvorada. Vilma Pereira da Fonseca tinha uma lesão no lado direito da cabeça e estava deitada na cama do próprio quarto. 

O familiar tentou acordar a idosa até perceber o ferimento e, então, acionou a Brigada Militar. O caso foi encaminhado para a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), mas logo em seguida passou para a Delegacia de Homicídios. O delegado Edimar Machado está investigando o caso e não descarta nenhuma possibilidade, mas ele diz que há indícios de assassinato. 

— A idosa estava deitada na cama e a mesma não possuía nenhuma guarda e não tinha nenhum objeto próximo que pudesse ter causado uma lesão devido a uma queda, por exemplo. Tudo indica que ela estava deitada na cama dormindo quando foi atingida por algum objeto — informa Machado. 

Por enquanto, não é possível saber qual o tipo de objeto teria sido usado. Primeiro, a polícia quer confirmar de fato o homicídio para depois verificar o tipo de arma utilizada, bem como suspeitos.

Machado diz que nada foi roubado da residência e o local não tem sinais de arrombamento. Ele está procurando mais testemunhas, imagens de câmeras de segurança nas imediações da casa e também busca identificar se a vítima possuía algum tipo de benefício, como poupança ou seguro de vida. A idosa também não tinha antecedentes criminais.

Fonte: GaúchaZH

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *