Nilmar rompe silêncio após depressão: “No momento, não estou pensando em voltar”

Atacante saiu do Santos em setembro de 2017 por problemas de saúde e hoje considera-se feliz. Porém, ainda tem dúvidas sobre a carreira

Após suspender o contrato com o Santos, em setembro de 2017, Nilmar sumiu do noticiário esportivo. As informações davam conta de que o atacante sofria de depressão e pediu afastamento para tratar da saúde. Ficou meses sem aparecer. Até a noite de segunda-feira. Em evento beneficente pelos 10 anos de D’Alessandro no Inter, o jogador quebrou o silêncio e abriu o jogo sobre o futuro na carreira.

“No momento, sinceramente, não estou pensando em voltar a jogar futebol. A partir do momento que estiver pensando em voltar e estar disposto a pagar esse preço, tem que estar focado” (Nilmar)

Em conversa com a imprensa, o atleta que não atua há 10 meses disse estar feliz “como nunca estivera antes”. Não tratou abertamente da palavra depressão. Afirmou apenas estar em “outro momento da vida”, mais próximo da família. Ainda longe dos gramados, o atleta de 34 anos tem dúvidas sobre os próximos passos.

– No momento, sinceramente, não estou pensando em voltar a jogar futebol. A partir do momento que estiver pensando em voltar e estar disposto a pagar esse preço, tem que estar focado 100%. Fiquei três meses parado, foi um momento complicado. E agora estou vendo o outro lado e dando mais valor à família, tento ficar mais com eles, principalmente nos fins de semana, que nunca tive (risos) – explicou o jogador em uma casa de eventos de Porto Alegre.

Em conversa com a imprensa, o atleta que não atua há 10 meses disse estar feliz “como nunca estivera antes”. Não tratou abertamente da palavra depressão. Afirmou apenas estar em “outro momento da vida”, mais próximo da família. Ainda longe dos gramados, o atleta de 34 anos tem dúvidas sobre os próximos passos.

– No momento, sinceramente, não estou pensando em voltar a jogar futebol. A partir do momento que estiver pensando em voltar e estar disposto a pagar esse preço, tem que estar focado 100%. Fiquei três meses parado, foi um momento complicado. E agora estou vendo o outro lado e dando mais valor à família, tento ficar mais com eles, principalmente nos fins de semana, que nunca tive (risos) – explicou o jogador em uma casa de eventos de Porto Alegre.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *