Motoristas realizam “rally” em buracos de Porto Alegre

Carreata saiu do Largo Zumbi dos Palmares e seguiu até o Terminal Triângulo, no bairro Sarandi

O Rally Capital dos Buracos foi realizado na manhã deste domingo em Porto Alegre. A iniciativa da Associação Brasileira dos Usuários de Rodovia contou com a participação de dezenas de veículos que promoveram uma carreata a partir do Largo Zumbi dos Palmares e que percorreu ruas dos bairros Cidade Baixa, Azenha, Medianeira, Cruzeiro do Sul, Glória, Bom Fim, Moinhos de Vento e IAPI, entre outros, encerrando na região do Terminal Triângulo, no bairro Sarandi. Um passeio paralelo de ciclistas também marcou o evento.

O Sindicato dos Municipários, além de vereadores e outras entidades, prestigiaram o evento. O presidente da Associação Brasileira dos Usuários de Rodovia, Gerri Machado, explicou que a iniciativa “criativa e apartidária” fez uma “visita” a algumas das ruas esburacadas da cidade e teve como objetivo “sensibilizar e cobrar publicamente da prefeitura que resolva esse grave problema”.

Segundo ele, os buracos trazem grandes prejuízos financeiros aos motoristas que precisam consertar seus veículos e ainda podem provocar acidentes. “Queremos uma mobilidade urbana melhor e um trânsito adequado”, destacou. Ele constatou que tão logo a carretada começou pela rua José do Patrocínio já foram encontrados buracos na pista.

Gerri Machado defendeu uma manutenção permanente para evitar a deterioração das vias públicas. “Ao longo dos anos não está ocorrendo um investimento adequado”, lamentou, apontando uma maior falta de obras de manutenção nos últimos dois anos. Para ele, o tapa-buracos não resolve pois entende que é preciso “uma capa mais consiste” no asfalto. “O custo para recuperar um buraco é muito maior depois”, garantiu.

A Associação Brasileira dos Usuários de Rodovia nasceu há dois anos em Porto Alegre e já realizou ações também em outros municípios e estradas, incluindo até a atual campanha de duplicação na BR 290 no trecho entre Eldorado do Sul e Pantano Grande.

De acordo com a Prefeitura de Porto Alegre, a ação é “política e partidária”, organizada pela Associação Brasileira dos Usuários de Rodovias. E acrescenta que é “notável a melhora nas vias da capital. Desde 20 de abril, quando os trabalhos foram intensificados pela prefeitura, a Operação Tapa-Buracos já realizou 1.400 serviços nas ruas e avenidas de Porto Alegre. Deste total, 537 vias diferentes foram atendidas: em algumas, as equipes passaram mais de uma vez para fazer manutenção em diferentes pontos”.

Ainda segundo o texto da Prefeitura, “a Operação Tapa-Buracos é uma ação emergencial visto que 85% da malha viária de Porto Alegre já ultrapassou sua vida útil. Paralelo ao trabalho diário de conservação está em fase de finalização projetos inéditos de recuperação e requalificação estrutural da malha asfáltica da cidade. É a primeira vez que está sendo feita uma avaliação estrutural do pavimento antes da repavimentação.”

fonte: correio do povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: