Exército diz que assumirá trecho de duplicação da BR-116 até o fim deste mês

Militares devem assinar termo de execução de pelo menos dois lotes da obra

O comandante do 4º Grupamento de Engenharia do Exército, coronel Rogério Siqueira, afirmou na noite desta terça-feira (4) que o órgão deve assumir pelo menos dois lotes da obra de duplicação da BR-116 no Rio Grande do Sul. Em entrevista ao programa Estúdio Gaúcha, o militar informou que o Exército já realizou estudo de viabilidade econômica, técnica e ambiental e aguarda assinatura de um termo para executar os serviços nos lotes 1 e 2, nas regiões de Guaíba, Barra do Ribeiro e Tapes:

— Estamos em fase final de ajustes orçamentários desses dois lotes com o Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes). A creditamos e esperamos um avanço importante durante esse mês de setembro, com o nosso horizonte de assinatura desse termo no final desse mês (setembro). É o que se espera, aliado ao orçamento.

O coronel destacou que esse termo é assinado na medida em que existe a garantia de recursos para realizar os trabalhos:

— Ela (assinatura) é exatamente a materialização de um empreendimento que ocorrerá. Não vai haver uma assinatura só por assinar. Isso só vai acontecer com a garantia de orçamento para conclusão desse empreendimento.

Siqueira disse que, para esse ano, foram solicitados R$ 50 milhões para tocar a obra. O coronel informou que dois batalhões, com cerca de 300 militares, serão destacados para auxiliar nos trabalhos:

— O orçamento dessa obra, da totalidade do trecho, vai gerar em torno de R$ 200 milhões. Para o ano de 2018, a solicitação é de R$ 50 milhões, que engloba uma parte de reequipamento, uma parte de mobilização. Vamos trazer dois batalhões, um de Lages, Santa Catarina, e um de Minas Gerais.

Fonte: GauchaZh

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: